Main content

Tretinoína: o que é, para que serve e como usar?

Descubra tudo sobre tretinoína: o que é, para que serve, como usar e muito mais!
25 abr 2024

Entre os amantes do skincare, existem alguns ingredientes que se destacam pela sua eficácia e versatilidade. Um deles é a tretinoína, um derivado da vitamina A que tem ganhado cada vez mais espaço nas rotinas de skincare devido aos seus múltiplos benefícios. 

Por esse motivo, o Dermaclub irá explorar o que é a tretinoína, para que serve, como usar, quem pode usar, os diferentes tipos disponíveis no mercado e como combinar esse ativo com outros produtos. Siga a leitura até o fim e confira dicas imperdíveis de produtos das marcas mais recomendadas pelos dermatologistas!

O que é tretinoína?

A tretinoína é um derivado da vitamina A, mais especificamente do retinol, que é amplamente conhecido no mundo dos cuidados com a pele. É um ingrediente ativo que tem sido usado na dermatologia há mais de 50 anos, principalmente por suas propriedades antienvelhecimento e contra acne.

Em termos técnicos, a tretinoína é classificada como um retinoide, que é uma categoria de compostos químicos que são relacionados quimicamente à vitamina A. Outros retinoides incluem o retinol, retinaldeído e ácido retinoico. A tretinoína é, na verdade, o nome genérico para o ácido retinoico, que é a forma ativa da vitamina A na pele. Mas também pode ser usado, como uma medicação, no tratamento da leucemia.

Para que serve a tretinoína?

A tretinoína tópica é um ingrediente versátil que serve para tratar uma variedade de condições de pele. Ela é mais conhecida por suas propriedades anti-envelhecimento e pela sua eficácia no tratamento da acne.

Antienvelhecimento: Ela ajuda a acelerar a renovação celular, o que significa que ela ajuda a pele a se livrar das células mortas e a produzir novas células mais rapidamente. Isso resulta em uma pele mais lisa, com menos rugas e linhas finas. Além disso, a tretinoína também estimula a produção de colágeno, uma proteína essencial para manter a pele firme e elástica.

Tratamento da acne: A tretinoína é eficaz no tratamento da acne porque ajuda a desobstruir os poros, prevenindo assim a formação de cravos e espinhas. Ela também possui propriedades anti-inflamatórias, que ajudam a reduzir a vermelhidão e a inflamação associadas à acne.

Além desses usos principais, a tretinoína também pode ser usada para tratar a hiperpigmentação (manchas escuras na pele), psoríase, queratose pilar (pequenas protuberâncias ásperas, geralmente nos braços ou coxas) e certos tipos de câncer de pele. No entanto, esses usos são menos comuns e devem sempre ser supervisionados por um dermatologista.

Como usar a tretinoína?

O uso da tretinoína pode ser tópico, ou seja, quando ela é aplicada diretamente na pele. Nesse caso, esse ativo está disponível em várias formas, incluindo cremes, géis e soluções líquidas, e em diferentes concentrações, permitindo que os dermatologistas personalizem o tratamento e a frequência de uso para as necessidades específicas de cada paciente.

Em relação à quantidade do produto, geralmente uma pequena porção do tamanho de uma ervilha já é o suficiente para todo o rosto. Evite as áreas ao redor dos olhos e boca, pois a pele aqui é mais fina e mais sensível. Mas fique atento! Esse ingrediente ativo é potente e pode levar algum tempo para a sua pele se acostumar.

Já para uso oral, as cápsulas de tretinoína podem ser prescritas pelos médicos para tratamento de pacientes com um tipo específico de leucemia, a promielocítica aguda. Nesse caso, ela é comercializada em cápsulas gelatinosas e as instruções de uso irão depender da orientação médica de um especialista. A dosagem pode variar conforme os sintomas, gravidade do quadro e até mesmo o peso e altura do paciente.

Pode usar tretinoína todos os dias?

Sim, a tretinoína tópica pode ser usada todos os dias, mas isso depende da tolerância da sua pele ao produto. Para iniciantes, é geralmente recomendado começar a usar a tretinoína duas ou três vezes por semana e, gradualmente, aumentar a frequência conforme a pele se acostuma. 

No entanto, é importante saber que a tretinoína é um ingrediente poderoso e, como tal, requer conhecimento e orientação adequada para ser usada corretamente, pois o uso excessivo pode levar à irritação e danos na pele.

Quais benefícios do uso da tretinoína?

A tretinoína utilizada na pele é conhecida por oferecer uma série de benefícios para a pele. Seus benefícios são muitos e variados, tornando-a uma adição valiosa para muitas rotinas de skincare. De melhorar a textura da pele e combater a acne até suavizar rugas e estimular a produção de colágeno, a tretinoína é um verdadeiro multitarefa. Vamos explorar em detalhes os benefícios do uso da tretinoína.

1. Tratamento da acne: A tretinoína ajuda a prevenir a formação de cravos e espinhas ao desobstruir os poros. Ela também possui propriedades anti-inflamatórias que ajudam a reduzir a vermelhidão e a inflamação associadas à acne.

2. Anti-envelhecimento: Ao acelerar a renovação celular, a tretinoína ajuda a pele a se livrar das células mortas e a produzir novas células mais rapidamente. Isso resulta em uma pele mais lisa, com menos rugas e linhas finas. Além disso, a tretinoína também estimula a produção de colágeno, mantendo a pele firme e elástica.

3. Melhora a textura da pele: A tretinoína pode melhorar a textura da pele, tornando-a mais suave e uniforme. Isso ocorre porque ela ajuda a esfoliar as camadas superiores da pele.

4. Tratamento da hiperpigmentação: A tretinoína pode ajudar a clarear manchas escuras na pele (hiperpigmentação) ao acelerar a renovação celular.

5. Estimulação da produção de colágeno: A tretinoína tem sido mostrada para estimular a produção de colágeno na pele, o que pode ajudar a prevenir e tratar os sinais de envelhecimento.

Quais são os tipos de tretinoína?

A tretinoína, um ingrediente ativo potente em cuidados com a pele, está disponível em várias formas e concentrações. Cada tipo é projetado para atender a diferentes necessidades e preferências de cuidados com a pele, permitindo que você personalize seu tratamento para obter os melhores resultados possíveis. Veja quais são os principais tipos de tretinoína que você pode encontrar:

1. Creme de tretinoína: Esta é uma das formas mais comuns de tretinoína. O creme é geralmente recomendado para pessoas com pele seca ou sensível, pois tem uma textura mais hidratante. Ele vem em várias concentrações, variando de 0,025% a 0,1%.

2. Gel de tretinoína: O gel de tretinoína tem uma consistência mais leve e é absorvido mais rapidamente pela pele. Isso o torna ideal para pessoas com pele oleosa ou propensa a acne. Assim como o creme, o gel também vem em várias concentrações.

3. Solução líquida de tretinoína: Este é um líquido leve que é aplicado na pele com um aplicador. A solução líquida de tretinoína é menos comum do que o creme ou o gel, mas pode ser uma boa opção para quem prefere uma consistência mais leve.

4. Microesfera de gel de tretinoína (ou tretinoína micro): Esta é uma formulação especial que libera a tretinoína lentamente ao longo do tempo. Isso pode ajudar a reduzir a irritação da pele, tornando-a uma boa opção para aqueles com pele sensível.

5. Tretinoína em Cápsulas: Além das formas tópicas, a tretinoína também está disponível em cápsulas para uso oral. Este tipo de tretinoína é frequentemente usado no tratamento da leucemia promielocítica aguda, conforme citamos anteriormente. Esse é um tipo de câncer que afeta as células brancas do sangue. As cápsulas de tretinoína ajudam a retardar o crescimento das células cancerígenas e são geralmente usadas em combinação com outros medicamentos anticâncer. É importante notar que a tretinoína oral deve ser administrada sob a supervisão de um médico especialista, devido aos possíveis efeitos colaterais e interações medicamentosas.

Os produtos que contêm retinol, outro derivado da vitamina A, são altamente recomendados por dermatologistas para cuidados com a pele. Dois desses produtos dignos de nota são o Retinol 0.3 da SkinCeuticals e o Retinol B3 Sérum da La Roche-Posay. O Retinol 0.3 da SkinCeuticals é um creme noturno concentrado com 0,3% de retinol, a máxima concentração permitida desse ativo no Brasil em um dermocosmético. Ele ajuda a reduzir a aparência de linhas finas, rugas e manchas escuras na pele. 

Por outro lado, o Retinol B3 Sérum da La Roche-Posay é um sérum antirrugas regenerador intensivo que combina complexo retinol + ácido hialurônico + vitamina B3 + água termal de La Roche-Posay em sua formulação, ele também ajuda a reparar a barreira da pele e tem máxima tolerância até mesmo nas peles mais sensíveis.

Produtos para incluir na rotina de skincare com retinol

No Dermaclub, nosso clube de vantagens, você pode adquirir esses e muitos outros produtos com preços e condições exclusivas para membros. Além disso, a cada compra, você acumula pontos que podem ser trocados por novos produtos. É uma maneira fantástica de experimentar os melhores produtos de cuidados com a pele enquanto economiza dinheiro e desfruta de benefícios exclusivos. Inscreva-se agora gratuitamente! 

Quem pode usar a tretinoína?

A tretinoína tópica pode ser usada por pessoas que desejam tratar condições de pele como acne, hiperpigmentação e sinais de envelhecimento. No entanto, é importante lembrar que a tretinoína é um ingrediente potente e pode não ser adequada para todos. Pessoas com pele muito sensível ou aquelas com condições de pele como eczema ou rosácea podem achar a tretinoína muito irritante. 

Existem várias contraindicações importantes. A tretinoína não deve ser usada por pacientes com hipersensibilidade à tretinoína ou a qualquer outro componente da fórmula. Também não deve ser usada em combinação com vitamina A, pois isso pode levar a toxicidade da vitamina A. 

Além disso, o uso oral da tretinoína é estritamente contraindicada em pacientes lactantes, grávidas ou que possam engravidar, devido ao risco de defeitos congênitos graves. Como sempre, o uso de tretinoína, seja tópico ou oral, deve ser supervisionado por um profissional de saúde qualificado.

Como combinar a tretinoína com outros ativos?

A tretinoína pode ser combinada com outros ativos para potencializar seus benefícios, mas é importante fazer isso de maneira segura e eficaz. Aqui estão algumas dicas sobre como combinar a tretinoína com outros ingredientes populares de cuidados com a pele:

1. Hidratantes: A tretinoína pode ser secante para a pele, então é essencial usar um hidratante em conjunto. Procure por ingredientes como ácido hialurônico, ceramidas e glicerina que são conhecidos por suas propriedades hidratantes. Uma ótima opção é o Sérum Minéral 89 da Vichy que fortalece as defesas da pele, enquanto a deixa mais resistente e hidratada.

Sérum Mineral 89 para peles secas por causa de sintomas de endometriose

2. Protetor Solar: A tretinoína pode tornar a pele mais sensível ao sol, aumentando o risco de queimaduras solares e danos causados pelo sol. Portanto, é crucial usar um protetor solar de amplo espectro com um FPS de pelo menos 30 todos os dias. Para quem se preocupa com as manchas constantemente, o protetor solar com cor pode ser uma ótima opção, pois além de proteger a pele, ele ainda disfarça as imperfeições no tom do rosto. O Anthelios Ultra Cover da La Roche-Posay é o primeiro protetor solar com performance e cobertura de maquiagem e pode ser uma escolha perfeita! 

Protetor Solar com cor Ultra Cover da La Roche-Posay



3. Niacinamida: Este ingrediente é conhecido por sua capacidade de acalmar a pele e reduzir a vermelhidão, o que pode ser útil se a sua pele estiver irritada pela tretinoína. A niacinamida também ajuda a fortalecer a barreira da pele e a manter a pele hidratada.

4. Ácido Azelaico: Este é outro ingrediente que pode ajudar a acalmar a pele e reduzir a vermelhidão. Também tem propriedades anti-acne e pode ajudar a clarear as manchas escuras na pele.

No entanto, existem alguns ingredientes que devem ser evitados quando se usa tretinoína. Estes incluem outros retinoides (como retinol ou adapaleno), peróxido de benzoíla e ácidos esfoliantes (como ácido glicólico e ácido salicílico). Esses ingredientes podem aumentar a irritação da pele quando usados em conjunto com a tretinoína.

Quanto tempo a tretinoína faz efeito?

Os efeitos da tretinoína podem começar a ser notados após 6 a 8 semanas de uso regular, mas os resultados mais significativos geralmente são vistos após 12 semanas ou mais. É importante lembrar que a tretinoína é um tratamento a longo prazo e a paciência é fundamental. Cada pele reage de maneira diferente, por isso, para alguns, os resultados podem aparecer mais cedo, enquanto outros podem precisar de mais tempo. 

Banner Dermaclub Seu Clube de Vantagens

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Orientation message
For the best experience, please turn your device